Prazo para vigor da Nova Lei da Proteção de Dados
0

Quais São as Maiores Dificuldades Que as Empresas Enfrentarão para Implementar a LGPD?

A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) vai entrar em vigor apenas em agosto de 2020. São tantos detalhes para os quais as empresas precisam se atentar, que é essencial começar o processo a sua implementação.

Ou seja, as empresas precisaram rever profundamente todas as formas pelas quais coleta, armazena e processa dados pessoais. Independente se eles são prospects, clientes, parceiros, colaboradores, prestadores de serviço, visitantes, seguidores, entre outros.

Contudo, a maioria das organizações estão enfrentando muitas dificuldades para Implementar a LGPD. Sendo que o desafio não se refere apenas à compreender os novos dispositivos legais.

Por isso, destacaremos abaixo quais são as maiores dificuldades que as empresas enfrentarão para implementar a LGPD adequadamente e como elas podem ser solucionadas. Confira!

Necessidade de assessoria jurídica especializada para Implementar a LGPD

Apesar do tema ganhar cada vez mais relevância à medida em que o prazo para entrada da lei em vigor se aproxima, muitas empresas ainda estão totalmente por fora do tema LGPD.

Vários são os motivos que levam as empresas a não dar o devido tratamento ao assunto. É comum que a complexidade do tema ainda não tenha sensibilizado a alta gestão da empresa. Em outros casos, embora um ou outro departamento compreenda a situação, não consegue alinhar isso com os vários setores que serão impactados. E assim o assunto vai sendo empurrado com a barriga e o início do projeto é adiado, trazendo mais riscos para a empresa.

E o pior é que, mesmo no caso daquelas que já estão atentas a essa questão, o fato de Implementar a LGPD ainda está longe de acontecer. E isso acontece especialmente devido ao fato de profissionais capacitados para liderar e gerir esse processo.

Quando se deparam com o tamanho do trabalho a ser realizado, a complexidade das medidas existentes para ficar em conformidade com a lei e o nível de responsabilidade em caso de violação, muitos desistem de tocar o projeto.

Portanto, a principal medida para Implementar a LGPD é ter uma assessoria jurídica especializada. Sem isso, é pouco provável que as áreas internas consigam implementar a LGPD adequadamente.

Projeto exige uma solução que englobe conjuntamente as questões jurídicas e tecnológicas

A adequada implementação da LGPD tem uma necessidade relativa a processos, políticas e também a adaptações tecnológicas. Ou seja, apenas com a visão jurídica (que é indispensável) não é possível suprir todas as demandas das empresas.

Por outro lado, uma solução tecnológica sem o amparo da visão jurídica, poderá colocar a empresa em risco tanto quanto se não houvesse executado um projeto de proteção de dados.

Nesse sentido, vale a pena ressaltar que a Lei não se aplica apenas a empresas de tecnologia. Na realidade, todas as organizações, independentemente do segmento, precisam se adequar às novas normas.

Nesse contexto, as empresas que não possuem processos tecnológicos específicos tendem a ter mais dificuldade para se adequar à LGPD. Isso porque o tratamento dos dados pessoais já é algo complexo quando é realizado com auxílio da tecnologia. Sem isso, tudo fica ainda mais difícil.

Portanto, a demanda por uma solução que englobe os aspectos jurídicos da legislação e também os fatores relativos aos processos tecnológicos representa uma grande dificuldade para as organizações.

Conclusão sobre Implementar a LGPD

Obviamente, a implementação da LGPD representa um desafio para as empresas. De fato, não é simples se adaptar a uma nova Lei, especialmente quando ela possui tantos aspectos sensíveis.

Buscando o devido auxílio e se preparando desde agora, é possível que esse processo ocorra sem dores de cabeça. É possível ter um resultado final bastante satisfatório. Até porque, a legislação de proteção de dados também tende a gerar muito valor para as organizações que lidam com dados pessoais.

Você quer implementar a LGPD na sua empresa da forma mais adequada possível e sem ter dores de cabeça? Entre em contato com o PK Advogados para conhecer a solução completa que desenvolvemos com nossos parceiros.

Autores do Artigo:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
Olá, PK Advogados. Gostaria de ser contatado por vocês, por favor. Obrigado!